7 de agosto de 2017

VITÓRIA DA PERSISTÊNCIA

Após idas e vindas, banda retoma as atividades e lança single

Por João Messias Jr.

Absurdium
Divulgação
Não se trata de algo novo, mas corriqueiro para aqueles que não deixam os ideais morrerem. Quando se é adolescente, aquele sonho de montar um grupo, fazer shows e lançar discos é algo que todos que se aventuram pela música querem fazer. Porém, com o passar dos anos, novas responsabilidades e até uma nova forma de se pensar entram na vida como um rolo compressor. Aí temos de fazer escolhas, que nem sempre são os nossos ideais.

Essa linha de pensamento casa com a banda que resenharemos hoje, o Absurdium. Formada com o nome Healer, teve as atividades iniciadas no ano 2000 e após mudar para o atual, sofreu com as mudanças de formação e incertezas. Até que em 2015, o grupo retorna com uma nova formação, tendo Eric Kiriyama (guitarra), Wagner Fassi (bateria e vox) e Marcilio Spiti (baixo e voz). Com esse time lançaram o single Serpents of the Infernal War.

Bem produzido e com uma capa legal, o som do grupo também não decepciona. Transitando entre diversas escolas do Death Metal, apresenta momentos trabalhados a outros com muito peso e groove. Os vocais brutais e berrados são balanceados, dessa forma permitem uma audição tranquila do trabalho. Apesar de uma música não ser o melhor caminho de se avaliar um grupo, os caras mandaram bem e deixa uma boa impressão para os próximos lançamentos.

Uma vitória da persistência e competência musical.

Nenhum comentário: